Câmara entra em recesso até agosto e na volta vota salários dos políticos

18/07/2016 08:56:40
Compartilhar
Presidente da Câmara: Proposta é manter os atuais salários para 2017

De 14 de julho a 2 de agosto, ou seja, por quase 20 dias, a Câmara de Vereadores de Nova Friburgo estará em recesso parlamentar. Nesse período, não deve acontecer nenhuma reunião plenária e, portanto, nenhuma votação na Casa, a não ser que ocorra alguma convocação extraordinária – o que é improvável.

No retorno as trabalhos, em agosto, os 21 vereadores terão que descascar um abacaxi: votar o projeto que fixa o salário do prefeito, vice e vereadores a serem eleitos em outubro e que tomarão posse em 1º de janeiro de 2017. A matéria terá que ser votada antes da eleição, impreterivelmente.

O presidente da Câmara de Nova Friburgo, Márcio Damazio, afirmou que a tendência será a manutenção do atual valor dos subsídios pagos mensalmente aos 21 vereadores para a próxima legislatura (2017 / 2020).

O valor pago atualmente aos vereadores é de R$ 8.229,94. Pelas regras atuais, os vereadores poderão reajustar o salário dos futuros parlamentares municipais para até R$ 13 mil (metade do que ganha um deputado estadual).

“Quem decidirá [o valor do salário] será o plenário”, disse recentemente o presidente da Câmara sem marcar a data da votação da matéria.

Compartilhar