Criança pode consumir no máximo 25g de açúcar por dia

25/08/2016 15:52:46
Compartilhar

Muitos pais ficaram de cabelo em pé diante da nova recomendação da Associação Americana do Coração, lançada no início da semana, para consumo de açúcar adicionado por pessoas de 2 a 18 anos: 25 gramas por dia, o que equivale a duas colheres de sopa ou, por exemplo, dois biscoitos recheados. Mas não há motivo para pânico.

Segundo os cientistas, estudos indicam que o consumo de açúcar adicionado a alimentos na infância está ligado ao desenvolvimento de fatores de risco para doenças cardíacas, como obesidade e hipertensão. Crianças obesas que continuam a ingerir grandes quantidades de açúcar extra em suas dietas também têm maiores chances de apresentar resistência à insulina, condição precursora do diabetes do tipo 2. Além disso, crianças e jovens que comem alimentos repletos de açúcares adicionados tendem a ingerir menos comidas mais saudáveis como frutas, vegetais, farinhas integrais e laticínios com poucas gorduras.

Evitar o consumo excessivo do doce por crianças é possível com pouco esforço e uma pitada de criatividade na cozinha. Um bom aliado nesse combate pode ser o uso do purê de frutas no preparo dos alimentos.

O purê da fruta, além de ter uma menor quantidade de açúcar, é rico em fibras, vitaminas e minerais — explica a nutricionista funcional Noadia Lobão, diretora do Centro Brasileiro de Apoio Nutricional (Ceban).

O açúcar pode ser substituído ainda por biomassa de banana verde, oleaginosas ou pelo açúcar demerara, que tem alto valor nutritivo. É importante que o resultado final seja visualmente similar ao alimento preparado com o açúcar comum. Além de se importar com o sabor, a criança visualiza o que vai comer e geralmente é resistente ao que não está acostumada. É importante que a imagem seja tão prazerosa quanto o sabor. 

Compartilhar