Cunha, Garotinho e agora Sérgio Cabral é preso pela Polícia Federal

17/11/2016 07:37:32
Compartilhar
O ex-governador Sérgio Cabral foi preso em casa na zona sul do Rio

Eduardo Cunha, Garotinho e, agora, Sérgio Cabral. A Polícia Federal prendeu, na manhã desta quinta, 17, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. Além dele, outros mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, sob a acusação de cobrança de propina em contratos com o poder público, e outro pelo juiz Sergio Moro, em Curitiba.

Sérgio Cabral é alvo de dois mandados de prisão preventiva, um pela Operação Calicute, que tem como base a delação premiada do empresário Fernando Cavendish, outro, pela Lava Jato, com base na delação da Andrade Gutierrez e da Carioca Engenharia. A esposa de Sérgio Cabral, Adriana Anselmo, é alvo de condução coercitiva pela Operação Calicute.

A ação tem o objetivo de investigar o desvio de recursos públicos federais em obras realizadas pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, cujo prejuízo estimado é superior a R$ 220 milhões. O ex-governador é acusado de receber propinas milionárias.

Compartilhar