Destruída em 2011, Apae de Friburgo é exemplo de superação

12/01/2016 13:57:58
Compartilhar
Apae e Dorinha: exemplos de luta

Em 12 de janeiro de 2011, assim como toda a Região Serrana, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Nova Friburgo, a Apae Nova Friburgo, era terra arrasada. Instalada no Prado, a organização não governamental, sem fins lucrativos, viveu o seu pior dia desde que fundada em 6 de maio de 1979.

Cinco anos depois, a entidade presidida por Maria das Dores Pacheco, a mais do que conhecida Dorinha, é um exemplo de superação. A Apae que já havia passado por outras oito inundações, assim como o Fênix, ressurge das cinzas.

A entidade está reconstruída e atendendo a quase 500 famílias friburguenses. Mesmo enfrentando problemas financeiros, já que a demanda é sempre muito grande, a Apae é uma instituição que provou a todos que o bem sempre irá vencer.

Um trabalho comandado por Dorinha, mas, sem dúvida, fruto também de centenas de colaboradores, funcionários e de outros tantos abnegados.
Viva a Apae!

Compartilhar