Dos 23 mandados de prisão em Friburgo, 6 já estavam na cadeia

04/06/2015 11:42:50
Compartilhar
Mé ou Negão era o responsável pela execução de adversários e desafetos da quadrilha

Na megaoperação deflagrada pela Polícia Civil, com apoio do 11º BPM, para desarticular em Nova Friburgo a quadrilha de traficantes liderada por Anderson Ismério Martins, o Sumiço, seis já estavam presos no Rio de Janeiro, inclusive, o chefe do bando.

Preso há sete anos em Bangu, no Rio de Janeiro, Sumiço continuava comandando o tráfico de drogas em várias comunidades friburguenses, principalmente, no bairro de São Geraldo.

A ação culminou em Nova Friburgo com a prisão de 14 acusados de tráfico de drogas, entre os quais quatro mulheres. Segundo a PM, já estavam presos além de Sumiço, Júlio César Moreira de Simas, Hugo Madureira Pará, Maiquel Furtado, Emerson Alves de Almeida, e Marco Antônio Moreira da Silva.

Entre os 14 presos nesta quarta-feira, 3, está o traficante e homicida conhecido pelos vulgos de Negão e Mé. Segundo a Polícia Civil, ele era considerado braço-direito de Sumiço e, entre outras atribuições, era o responsável pela execução de adversários e desafetos da quadrilha. Ele foi preso em São Geraldo.

Compartilhar