Eleição 2018: TRE diploma deputados presos por procuração

18/12/2018 07:20:10
Compartilhar
Deputados eleitos presos

Governador, vice, deputados e senadores eleitos para representar o povo fluminense serão diplomados nesta terça-feira, 18/11, numa situação inédita. Dos 120 políticos escolhidos pelas urnas em outubro último, seis foram presos e terão que ser representados por procuração.

Entre os presos, cinco foram denunciados em desdobramento da Lava Jato do Rio, a Furna da Onça, por corrupção passiva e organização criminosa: André Corrêa (DEM), Chiquinho da Mangueira (PSC), Luiz Martins (PDT), Marcos Abrahão (Avante)e Marcus Vinicius Neskau (PTB) O sexto deputado estadual eleito que foi preso é Wanderson Gimenes Alexandre (Solidariedade), ex-prefeito de Silva Jardim. Ele é suspeito de corrupção e fraudes em licitações.

O número representa 5% dos escolhidos pelos eleitores. A posse deles, marcada para fevereiro, pode se estender até abril e ainda é uma incógnita.

A diplomação é o ato em que a Justiça Eleitoral atesta que os escolhidos estão aptos – no âmbito eleitoral – a tomar posse no cargo. O evento ocorre no auditório da Escola de Magistratura (Emerj).

Compartilhar