Ex-moradora de Lumiar pode ser extraditada e ter pena de morte

12/07/2016 07:24:46
Compartilhar
Claudia Sobral e Karl Hoerig: caso rumoroso entre Brasil e EUA

O Supremo Tribunal Federal está em vias de extraditar para os Estados Unidos uma brasileira nata que pode ser condenada à morte ou à prisão perpétua.

O caso envolve a contadora Claudia Sobral, 52 anos, acusada de matar o marido, o ex-piloto da Aeronáutica norte-americana Karl Hoerig, em março de 2007, dois anos depois do casamento. Nos Estados Unidos, a história é motivo de grande comoção.

Cláudia é natural do Rio de Janeiro e é ex-moradora do distrito friburguense de Lumiar. Ela residiu em Nova Friburgo na década de 80. A acusada está presa em Brasília desde 22 de abril deste ano, à disposição do governo americano.

Caso Claudia Sobral seja mandada para os Estados Unidos, será o primeiro caso de extradição de brasileiro nato desde a Proclamação da República, em 1889.

A Justiça, no entanto, entende que, ao ter conseguido cidadania americana, ela abriu mão de ser brasileira nata – o que é contestado por seus advogados.

Compartilhar