Friburgo: Bancada de oposição denuncia suposta fraude na licitação de seringas e outros insumos

17/09/2018 18:16:02
Compartilhar
Marcinho, Pierre, Wellington, Johnny e Zezinho: coletiva

Em entrevista coletiva de 2 horas nesta segunda-feira, 17, cinco vereadores de oposição ao governo Renato Bravo denunciaram uma suposta “fraude em licitação” promovida pela Secretaria de Saúde, em 2018, que teria provocado um prejuízo de R$ 530 mil aos cofres municipais.

A denuncia diz respeito à aquisição de seringas e outros insumos para atender as demandas dos Hospitais Raul Sertã, Maternidade e outras unidades da rede pública.

Segundo os denunciantes, no processo licitatório teriam “sido forjados laudos” para inviabilizar a participação de certas empresas para favorecer outras, “com valores superfaturados”.

Segundo os vereadores oposicionistas (Zezinho do Caminhão, Marcinho do Alto, Johnny Maicon, Professor Pierre e Wellington Moreira), a denuncia será entregue ao Ministério Público Federal nesta terça-feira, 18.

Além das duras críticas e acusações ao atual governo municipal, a entrevista coletiva no plenário da Câmara teve como mote um apelo acalorado dos cinco vereadores aos Ministérios Públicos Federal/Estadual, Judiciário e Polícia Federal pedindo celeridade no andamento das “inúmeras denúncias” que fizeram aos órgãos, bem como o apoio da mídia e da sociedade.

NOTA DA PREFEITURA

“A Secretaria de Saúde informa que ainda não foi notificada oficialmente sobre o conteúdo exposto na tarde desta segunda-feira, 17, por vereadores, no que se refere à possíveis fraudes na pasta. Quando tiver conhecimento da denúncia, serão feitos todos os esclarecimentos necessários à imprensa”.

Compartilhar