Friburgo: Câmara não aprova urgência na votação da tarifa de ônibus

23/08/2019 09:22:55
Compartilhar
Sessão desta quinta-feira na Câmara

Sob forte pressão dos rodoviários presentes no plenário, a Câmara de Friburgo rejeitou nesta quinta-feira, 22/8, pedido de excepcionalidade para incluir na pauta da reunião a votação do decreto legislativo que propõe a redução da tarifa de ônibus.

Seis vereadores votaram contra a proposta de excepcionalidade; oito foram favoráveis; seis estavam ausentes e a presidência não votou. A proposta necessitava de 11 votos.

A sessão foi tensa. A proposta que visa sustar o reajuste de R$ 3,95 para R$ 4,20 seguirá o trâmite “normal” no Legislativo e não tem data para ser apreciada pelo plenário – e é muito provável que nem seja mais.

Ou seja, fica valendo R$ 4,20.

VOTOS CONTRÁRIOS – Alcir Fonseca, Carlinhos do Kiko, Christiano Huguenin, Dr. Luis Fernando, Janio Carvalho e Luiz Carlos Neves.

VOTOS FAVORÁVEIS – Cascão do Povo, Marcinho do Alto, Nami Nassif, Norival, Professor Pierre, Wellington Moreira, Johnny Maicon e Zezinho do Caminhão.

VEREADORES AUSENTES – Isaque Demani, Joelson do Pote, Márcio Damazio, Naim Pedro, Nazareth Catarinha e Vanderleia Abrace essa ideia.

NÃO VOTOU – Alexandre Cruz.

Compartilhar