Friburgo: Mulheres são presas por integrar tráfico de armas e drogas

18/01/2019 08:54:10
Compartilhar
Delegado Fabio Asty (C) comandou a operação nos 3 estados

Duas mulheres foram presas em Friburgo nesta quinta-feira, 17/1, acusadas de integrar uma quadrilha de atacadistas de armas, munições e drogas que atua nos Estados do Rio, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul. As acusadas foram presas no bairro Nova Suíça, onde uma delas, segundo a polícia, seria a principal gerente do tráfico de drogas na comunidade.

A prisão das duas acusadas em Friburgo faz parte da Operação Bad Family desencadeada pela 25ª DP (Engenho Novo), no Rio.

Segundo o delegado Fábio Asty, da 25ª DP, as investigações da Operação Bad Family tiveram início há cerca de um ano e apontaram que a organização criminosa também abastece em larga escala comunidades de Nova Friburgo e Cabo Frio.

Ainda de acordo com o delegado, toda a logística de fornecimento de drogas, armas e munições para comunidades do interior do estado do Rio era feita pelo chefe da quadrilha, o sul-mato-grossense Edson Ximenes Pedro, conhecido como Pelincha.

“Ele (Pelincha) elaborava todo o fretamento e transporte de armas e drogas para as regiões Serrana e dos Lagos. Conseguimos desmontar um braço financeiro do tráfico muito grande nessas comunidades”, afimou Fábio Asty.

Muitos dos procurados são da mesma família, por isso a polícia batizou a operação de Bad Family. No total, a ação policial prendeu 13 acusados nos três estados.

Compartilhar