Friburgo: Renato Bravo terá menos recursos financeiros do que o seu antecessor

01/12/2016 16:01:54
Compartilhar
Renato Bravo: Orçamento 5% menor em 2017

Com 19 votos favoráveis e duas ausências justificadas, a Câmara de Vereadores de Nova Friburgo aprovou na manhã desta quinta-feira, 1º, a lei que fixa as despesas e estima as receitas orçamentárias do município para 2017 – primeiro ano da gestão do governo Renato Bravo (PP). O futuro prefeito terá que apertar ainda mais o cinto: o Orçamento de Nova Friburgo será de R$ 558.157.069,00 (queda de 5% em comparação aos valores de 2016 – R$ 586.064.922,00).

Diante do quadro de dificuldades, o futuro governo terá um alívio nas áreas de saúde, educação e mobilidade urbana, setores em que poderá fazer remanejamentos de até 100%. Para as demais áreas, a autorização de remanejamento será de 30% dos recursos.

O Orçamento de Nova Friburgo prevê a aplicação de 28% dos recursos próprios em Educação (R$ 63,3 milhões) e em Saúde (R$ 62,7 milhões). A despesa prevista com pessoal de R$ 193 milhões, equivalendo a 49,1% da Receita Corrente Líquida prevista para 2017 (R$ 392 milhões).

PRINCIPAIS DESPESAS PARA 2017

Urbanismo – R$ 149 milhões
Saúde – R$ 133 milhões
Educação – R$ 120 milhões
Gestão – R$ 69 milhões
Previdência Social, Encargos Especiais e Reserva de Contingência – R$ 49 milhões
Legislativo – R$ 14 milhões
Assistência Social – R$ 6,5 milhões
Cultura – R$ 3,5 milhões
Esportes – R$ 3 milhões
Comércio e Serviços – R$ 2,8 milhões

Compartilhar