Friburgo tem cinco casos de grávidas com suspeita de terem contraído zika vírus

07/01/2016 17:12:29
Compartilhar
Doença é transmitida pelo aedes aegytpi

A Subsecretaria Municipal de Vigilância Sanitária informou nesta quinta-feira, 7, que existem cinco casos suspeitos de zika vírus em gestantes em Nova Friburgo. Por enquanto, nenhum deles foi confirmado já que dependem dos resultados dos exames laboratoriais, que ainda não foram concluídos. No dia anterior, o boletim havia informado existir três casos suspeitos.

Entre janeiro e dezembro de 2015, Nova Friburgo registrou 169 casos confirmados de dengue, sendo que a maioria é de pacientes que contraíram a doença fora do município. Não houve nenhuma ocorrência de caso fatal.

As informações foram divulgadas durante o lançamento de operação de guerra para combater o mosquito aedes aegypti em Nova Friburgo. A operação envolve Defesa Civil, Secretaria de Saúde, Sanatário Naval (Marinha), Tiro de Guerra (Exército), Polícia Militar e outras inúmeras instituições.

“Não basta apenas as instituições, mas principalmente o envolvimento também de toda a população para enfrentarmos um inimigo comum. O combate ao mosquito depende da participação e ajuda de todos”, destacou o prefeito Rogério Cabral no lançamento da operação de caça ao aedes aegypti no município.

A operação prevê a vistoria de todos os imóveis do município num curto espaço de 30 dias. Na Região Serrana, o auge da proliferação do aedes aegypti costuma ocorrer entre os meses de abril e maio, ao contrário das cidades praianas onde a maior quantidade de casos de dengue é registrada nos primeiros meses do ano.

Compartilhar