Mulher presa acusada de matar marido nos EUA morou em Lumiar

26/04/2016 18:55:39
Compartilhar
Foto de Claudia e o ex divulgada por portal G1

A brasileira nata Cláudia Cristina Sobral, ou Cláudia Hoerig (nome adotado após o casamento), foi presa no último dia 20 em Brasília, nove anos após ser acusada de matar o marido, o piloto americano da Força Aérea Karl Hoerig, em Ohio, nos Estados Unidos. De acordo com a Polícia Federal, ela está presa provisoriamente na Superintendência Regional do Distrito Federal aguardando o processo de extradição para os EUA.

“Segundo a defesa de Cláudia, ela chegou a morar em Lumiar, distrito de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio”, informou o portal de notícias G1 (Região Serrana) nesta terça-feira, 26, sem precisar o período.

Com a prisão dela, o governo americano tem o prazo de 60 dias para fazer o pedido de extradição a partir da comunicação feita pelo Ministério da Justiça, por meio do Ministério de Relações Exteriores. Cabe ao STF julgar o pedido de extradição.

Pelas leis do Estado americano onde o crime foi cometido, se condenada, ela poderá pegar pena de prisão perpétua ou pena de morte por injeção letal, conforme a legislação de Ohio.

Compartilhar