Obra do Rio Bengalas está paralisada em Conselheiro e depende de R$ 55 milhões para ser retomada

05/04/2016 16:36:48
Compartilhar

Considerada a obra mais cara realizada pelo governo federal após a tragédia climática de 2011 em Nova Friburgo (cerca de R$ 220 milhões), a macrodrenagem dos rios Bengalas e Córrego Dantas está novamente paralisada. Desta vez, o problema foi ocasionado pela falta de repasse de recursos do governo federal, via Caixa Econômica Federal, para o Consórcio Rio Bengalas.

Segundo informações do governo municipal, o Ministério das Cidades precisa repassar mais R$ 55 milhões para a conclusão da obra, tida como fundamental para diminuir inundações no distrito de Conselheiro Paulino, o mais populoso de Nova Friburgo.

O governo estadual também deve cerca de R$ 7 milhões para quitação de desapropriações feitas às margens dos rios Bengalas e Córrego Dantas.

A macrodrenagem dos dois rios faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O processo agora depende da autorização da Casa Civil.

Compartilhar