Prefeito eleito de Friburgo teve receita de R$ 93, 9 mil na campanha e ficou em 4º

10/10/2016 09:03:31
Compartilhar
Renato Bravo se elegeu prefeito de Friburgo

Em relação às campanha anteriores, os seis candidatos a prefeito de Nova Friburgo tiveram receitas consideradas modestas. No total, segundo prestação de contas feitas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os postulantes ao governo municipal informaram ter arrecadado R$ 872 mil. A despesa de campanha dos seis prefeitáveis, entretanto, foi maior: R$ 1,1 milhão.

Eleito para governar Nova Friburgo nos próximos quatro anos (2017 / 2020), Renato Bravo ficou em quarto lugar em receita e despesa na campanha: a arrecadação foi de R$ 93,9 mil com um gasto de R$ 99 mil. Ele teve receita inferior aos candidatos Grace Arruda, Glauber Braga e Rogério Cabral.

Sem repasse de empresas (proibido por lei), a principal fonte de receita do prefeito eleito foi o seu próprio partido, o PP, que doou R$ 49.983,00. Ele recebeu ainda R$ 44 mil em doação de pessoas físicas. A principal despesa de campanha foi a produção de programas para as emissoras de televisão e rádio: R$ 60 mil.

VEJA AS RECEITAS E DESPESAS DOS CANDIDATOS (por ordem alfabética)

GRACE ARRUDA (PMDB)
Receita – R$ 212.355,00
Despesa – R$ 148.170,00

GLAUBER BRAGA (PSOL)
Receita – R$ 218.110,00
Despesa – R$ 185.798,73

HUGO MORENO (PSTU)
Receita – R$ 1.235,00
Despesa – R$ 1.175,00

RENATO ABI-RÂMIA (PR)
Receita – R$ 71.380,00
Despesa – R$ 63.816.42

RENATO BRAVO (PP)
Receita – R$ 93.983,00
Despesa – R$ 99.000,00

ROGÉRIO CABRAL (DEM)
Receita – R$ 277.830,00
Despesa – R$ 606.807,47

CONFIRA NO LINK RECEITAS E DESPESAS DOS CANDIDATOS
http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/

Compartilhar