Prefeitura atrasa repasse e UPA/Friburgo passa a atender apenas casos considerados graves

27/02/2018 12:56:54
Compartilhar
UPA atende 10 mil pacientes por mês

Os 145 funcionários da UPA de Conselheiro Paulino, mesmo presentes à unidade, decidiram atender apenas os casos graves com risco de morte do paciente, a partir desta terça-feira, 27. O motivo do protesto é o atraso no repasse da Prefeitura de Nova Friburgo para o Instituto Unir, responsável pela gestão da UPA.

Os salários dos funcionários da UPA estão em vias de completar dois meses de atraso, o que motivou a pressão para que o governo municipal faça o repasse mensal de R$ 1.126 milhão, conforme contrato.
A paralisação da UPA, com certeza, terá reflexos no Hospital Municipal Raul Sertã, que ficará com o atendimento ainda mais sobrecarregado.

A UPA de Conselheiro é responsável por 10 mil atendimentos/mês. Pelo contrato em vigência, o município é obrigado a efetuar o repasse com um mês de antecedência. O mês reclamado deveria ter sido quitado em 1º de janeiro. Ou seja, está completando dois meses de atraso.

A Prefeitura de Nova Friburgo informou que irá fazer o repasse ainda nesta terça-feira, 27.

MATÉRIA ATUALIZADA: ATENDIMENTO VOLTA AO NORMAL

https://www.novafriburgoemfoco.com.br/noticia/prefeitura-paga-atrasado-e-funcionarios-da-up

Compartilhar