Açude em área de preservação ambiental vira caso de polícia

09/11/2021 18:27:00
Compartilhar
Linha Verde: registro da ocorrência foi feito na 153ª DP (foto: divulgação)

Uma denúncia sobre aterramento de um corpo hídrico feita ao Linha Verde (0300 253 1177) – programa do Disque Denúncia voltado para meio ambiente – levou policiais militares a constatarem a construção de um açude dentro de uma área de preservação permanente em Cantagalo, na região Centro-Norte Fluminense.


Policiais militares lotados na Unidade de Policiamento Ambiental do Parque Estadual do Desengano, cumprindo determinação para averiguar o informe do Linha Verde, estiveram na localidade de Bom Vale, na zona rural, onde no local denunciado identificaram a construção de um açude que vinha sendo construído em uma nascente cuja área seria de mil metros quadrados.


Segundo informe do Linha Verde, foi feito contato com moradores do entorno que, ao serem questionados sobre o autor do açude, informaram apenas que seria de um morador de Macuco, mas que o mesmo não se encontrava no momento da fiscalização. Diante das informações colhidas, os policiais da 3ª UPAm procederam à 153ª onde após perícia no local, a ocorrência foi registrada.


O Linha Verde reforça a solicitação para que a população continue denunciando crimes ambientais em todo o Estado do Rio através dos telefones 0300 253 1177 (custo de ligação local) e (21) 2253 1177, além do APP “Disque Denúncia RJ” disponível para celulares. Por essa modalidade, o denunciante pode enviar fotos e vídeos, com a garantia do anonimato. É possível denunciar também através da página do Linha Verde no facebook, www.facebook.com/linhaverdedd ou ainda pelo site do Disque Denúncia (www.disquedenuncia.org.br). Lembrando que em todos os canais, o anonimato é garantido ao denunciante.

Compartilhar