NOS TEMPOS DO RECLAME

25/10/2021 20:18:10
Compartilhar

Os comerciais exibidos na imprensa escrita, falada e televisada sempre foram de suma importância para a divulgação dos diversos produtos, e para a manutenção dos referidos veículos de comunicação.  

Antigamente, as propagandas ou comerciais eram chamados de “reclames” e os veiculados n’ “A Era de Ouro do Rádio”, marcaram época, ficando gravados na memória dos   ouvintes.

Quem não se lembra do popular “Melhoral, Melhoral é melhor e não faz mal”?  Da “Emulsão de Scott – O Tônico das Gerações”?  Do “Biotônico Fontoura”- o mais completo fortificante? Do “Xarope São João”, o melhor para tosse, bronquite e constipação”?  Das “Pílulas de vida de Dr. Rossi, fazem bem ao fígado de todos nós” e da “Magnésia leitosa, gostosa, fiel/ Magnésia Leitosa de Orlando Rangel”?

“Xarope Bromil, de rápido efeito, Bromil é amigo, amigo do peito.   Quem toma Bromil, está sempre bem, acaba com a tosse e a bronquite também . Bromil, Bromil, Bromil”.

A do Xarope Phymatosan: “Phymatosan, quando você tossir. Phymatosan, se a tosse persistir. Elimina o pigarro, acabando com a bronquite, Phymatosan, melhor não tem, meu amigo é o que lhe convém”.

A do Runcreozotado, além de ser veiculado nas emissoras de rádio, mantinha cartazes nos bondes, que circulavam pelo Rio de Janeiro: “Veja ilustre passageiro,  o belo tipo faceiro que o senhor tem, ao seu lado. No entanto, acredite, quase morreu de bronquite, salvou-o o “ Runcreozotado.”                                                                                           

A do Grindélia: “Se a tosse vos persegue, use “Xarope Grindélia” de Oliveira Júnior” (medicamento proveniente da uma planta medicinal, a grindélia, cuja flor é a parte mais usada para o seu preparo).

Havia o “reclame” musicado do medicamento para combater a sarna: “Todo mundo se coçava, num reco-reco perene, todo mundo teve alívio, num vidrinho de Alivene.  Ninguém mais se coçou, ninguém mais se coçou.”                                                                                                                                                                                                          

E o de um outro, “ Auricedina”, para eliminar a dor de ouvido: “Se a criança acordou, dorme, dorme filhinho, tudo calmo ficou, mamãe tem “Auricedina.” E o locutor completava: E a criança dormiu em paz!… Ouça bem este nome, para ouvir bem toda a vida”.

O de “Sal de Fruta Eno”: “Eu era do contra. Depois, comecei a tomar “Eno”, diariamente, e tudo mudou. “Eno” combate a prisão de ventre, evitando a irritabilidade e o nervosismo. Não seja do contra, tome “Sal de Fruta Eno”.  

O do “Urodonal”:  “Olá, como se sente? Rim doente? Tome “Urodonal” e viva contente”.

Os jingles dos Biscoitos “Aymoré” e “São Luís”: “Alô, alô, quem fala? É do armazém do seu José? Minha mãe mandou pedir pro senhor, me dar uma lata de “Biscoito Aymoré”; “A hora do lanche/ que hora tão feliz/ queremos Biscoitos São Luís”.     

     

Dos “Cobertores Parahyba”: “Já é hora de dormir / não espere mamãe mandar/ um bom sono prá você/ e um alegre despertar”.

Dos agasalhos das “Casas Pernambucanas” : “Quem bate? É o frio. Eu não deixo você entrar, as “Casas Pernambucanas” é que vão aquecer o meu lar .Vou comprar flanelas, lãs, cobertores eu vou comprar nas “Casas Pernambucanas” e não vou sentir o inverno passar.

Para o público feminino, não faltavam produtos para realçar a beleza: 

“Creme Rugol”, limpa, clareia e embeleza a pele”; “Conserve o frescor de seus 20 anos, com “Leite de Beleza Bourbon”; “Ela é linda, está noiva! Usa “Pond’s”; “Pó de Arroz Lady” é o melhor e não é o mais caro”; “Mais encanto para você, com o pó de arroz “Cashemere Bouquet”;  “Para que a mulher não se aborreça, “Óleo de Lima” na cabeça”; “Royal Briar”, o perfume que deixa saudade”; “A atração irresistível… “Pó de Arroz Coty, com o encanto do Perfume L’Aimant”; “Quer no calor e no frio, com tempo bom ou chuvoso, “Trio Regina” é maravilhoso – Sabonete, talco e água de colônia”;  “ Avon” Chama! Quando uma de nossas representantes bater à sua porta…  Receba-a. Ela está levando a beleza até você”.    

Medicamentos:                       

“Regulador Xavier” – nº 1, excesso; nº 2, escassez”; “Saúde da Mulher”, regulariza o funcionamento do delicado organismo feminino”; “Senhoras!…“Elixir das Damas”- Regulariza as funções uterinas e evita sofrimentos”; “Pomada Minâncora”- A pomada que o Brasil inteiro conhece, usa e sabe que nunca existiu igual”.                            

Produtos para o lar:

“Cera Parquetina”, sua casa fica muito mais bonita”;  “Esponja BomBril”, de mil e uma utilidades”; “Somente “Detefon” destrói a resistência dos insetos”;  “Alegria no tanque: “Rinso” lava melhor, devido ao seu “molho super espumoso”; “Sabão Rio”- Rende muito mais. Poder branqueador. Ação desengordurante”; “Maria, sai da lata!… “Óleo Maria”, óleo de soja e azeite de oliva”; “…Mas bom mesmo, é  “Café Capital”; “Café Brasileiro”- Compartilhe bons momentos”; “Aceita  dois cafezinhos? “Pilão”, o café que vale por dois”.   

Para o público masculino, não faltavam produtos para manter os cabelos, sempre, penteados: “Dura lex, sed lex, nos cabelos só “Gumex”; “Óleo-brilhantina Royal Briar” – O brilho atrai…e o perfume seduz!”; “Evite o penteado forçado, seus cabelos merecem “Glostora”. “Desperte a admiração feminina, penteando o cabelo com “Óleo ou Brilhantina Glostora”; “Petróleo Juvênia” – Em três tempos…penteado o tempo todo”; “Quina Petróleo Menelik”, para cavalheiros  de apurado gosto”. 

E para uma barba bem-feita: E para uma barba bem-feita: “Creme de Barbear Palmolive”, fique barbeado o dia inteiro”; “Água Dagelle”, para o seu êxito no amor…”; “Água Velva- loção pós barba”, tem um perfume discreto e másculo”.                                                                   

A elegância masculina só ficava completa com: “Chapéu Mangueira”- assenta com elegância em qualquer pessoa”; “Chapéu  Prada”- o distintivo do homem; “Há mais de meio século – “Ramenzoni” – ditando a moda em chapéus”; A elegância masculina só ficava completa com: “Chapéu Mangueira”- assenta com elegância em qualquer pessoa”;  “Há mais de meio século –  “Calça Nycron”- senta, levanta, não amarrota e não perde o vinco”; “Impecável a Qualquer Hora! – “Camisa Volta ao Mundo”.                                             

Grande era a concorrência entre os cremes dentais: “Creme Dental Colgate” – Limpa, embeleza os dentes e perfuma o hálito”; “É claro que meus dentes ficaram mais brancos…agora uso “Pasta Dentifrícia Lever”; “Nunca é cedo…nunca tarde demais, para começar a escovar seus dentes com “Kolynos”; “Pasta Dental Phillips”  *espuma  *sabor  *proteção exclusiva”.    

Álbum de figurinhas do Sabonete Eucalol

 E dentre os sabonetes, também: “Sabonete Lux”- Nove entre dez estrelas de Hollyood usam Lux”; “Com espuma sedosa e perfumada ,“Gessy” limpa e amacia a cútis”; “Juventude e beleza, espuma cremosa do “Sabonete Palmolive”; “Assegure seu asseio corporal com “Lifebuoy- Sabonete de Saúde” e, ainda, “Nada de CC comigo – uso “Lifebuoy”;  “Ela também usa…”Cinta Azul” o sabonete anatômico, muito mais econômico”; “Faça do banho um prazer, com o Sabonete do Brasil – o “Sabonete Eucalol” (junto aos sabonetes vinham estampas colecionáveis, que se tornaram um sucesso entre os consumidores).                     

O “reclame” das calças americanas Far-West (brim coringa não encolhe) com as Alpargatas Roda foi eleito pelos publicitários, na época, como a dobradinha perfeita.

Com o advento da Televisão, dentre dezenas de comerciais, fazia sucesso como “Garota-Propaganda”, Neide Aparecida, divulgando produtos das “Lojas Tonelux” e, mais tarde, sendo responsável pela campanha das “Perucas Lady”.

Com o passar das décadas, as propagandas foram se aperfeiçoando, cada vez mais, ganhando a sofisticação das agências de publicidade especializadas, para promovê-las.                                                                                                                       

         

                                                      

   

                                                                                              

Compartilhar