Calamidade vai durar mais um ano após saída de Pezão/Dornelles

29/12/2018 07:28:26
Compartilhar
Fim do crítico governo Pezão / Dornelles (foto)

O governador do Rio em exercício, Francisco Dornelles, publicou no Diário Oficial, nesta sexta-feira, 28/12, a lei que prorroga o estado de calamidade pública no estado até 31 de dezembro de 2019. O prazo anterior determinava o fim da condição dia 31 de dezembro – próxima segunda-feira.

A prorrogação da situação de calamidade por mais um ano mantém suspensa a obrigação de o estado de cumprir os limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), como endividamento e gastos com pessoal.

Inicialmente, o governo queria a prorrogação até 2023, mas a proposta enviada pelo Executivo foi alterada pelos deputados da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), que reduziram o prazo até o fim do ano que vem.

Além da ampliação do prazo da calamidade, a lei publicada nesta sexta-feira mantém a suspensão de concursos até o término do Regime de Recuperação Fiscal e proíbe a realização de novos processos seletivos até a convocação de todos os aprovados em concursos anteriores a junho de 2016.

Compartilhar