Crime do Cônego: Exame psiquiátrico diz que tabelião tem plenas condições mentais

15/10/2021 18:27:11
Compartilhar
Após exame psiquiátrico, tabelião Ricardo Pinheiro Jucá Vasconcelos volta para Bangu 8

ASSASSINO DA MULHER GRÁVIDA E SOGROS RETORNA PARA PRESÍDIO BANGU 8


O tabelião friburguense Ricardo Pinheiro Jucá Vasconcelos, 43 anos, está de volta ao Presídio Pedrolino Werling de Oliveira, conhecido como Bangu 8.


Ele retornou à unidade prisional na tarde desta sexta-feira, 15/10, após breve passagem pelo Hospital Penitenciário Roberto Medeiros, no Rio, onde foi submetido a novo exame psiquiátrico.


O exame psiquiátrico mostrou que o tabelião “está em pleno juízo para exercer atos da vida civil”. Ou seja, em plenas condições mentais. O laudo médico é assinado pelo psiquiatra Mauro Acselrad.


Reú confesso das mortes da esposa grávida Nahaty Gomes de Mello, 33 anos, e dos sogros Rosemary Gomes de Mello, 67 anos, e Wellington Braga, o Tom, de 75 anos, dentro da sua própria casa em Cônego, Ricardo Pinheiro Jucá Vasconcelos, alegou ao ser preso que tinha tido “um surto psicótico” ao cometer os bárbaros crimes.


A família das vítimas tem contestado a alegação do tabelião com a frase “#nãofoisurto”.

Laudo psiquiátrico e retorno ao presídio de Bangu 8
Compartilhar