Faol propõe perícia judicial para aferir custo real do transporte em Friburgo

30/08/2021 16:50:30
Compartilhar
Alexandre Colonese, da Faol, e Johnny Maycon, prefeito

MUNICÍPIO E EMPRESA DISCUTEM CONTRATO EMERGENCIAL NA JUSTIÇA


Na audiência de conciliação especial promovida pela 3ª Vara Cível de Nova Friburgo, a ser realizada nesta terça-feira, 31/8, a Prefeitura, Nova Faol e representantes do Ministério Publico irão discutir um contrato emergencial para o transporte público no município. A audiência será intermediada pelo juiz Fernando Luís Gonçalves de Moraes.


As negociações para a formalização de um contrato emergencial entre a Prefeitura e a Nova Faol voltaram a ser ventiladas depois que a Itapemirim Group desistiu do recente contrato firmado com o atual governo municipal.


Durante a audiência, os empresários da Nova Faol vão propor uma perícia judicial independente para aferir o custo mensal do transporte público em Nova Friburgo. A partir deste trabalho, seria discutido a tarifa e o subsídio para manter o equilíbrio econômico e financeiro durante a vigência do contrato temporário, até que o governo Johnny Maycon, de fato, consiga realizar a licitação dos serviços.


A Nova Faol informou, em nota, que no encontro vai “buscar uma resolução conciliatória para a continuidade da prestação do serviço essencial de transporte coletivo municipal”. Segundo a empresa, é de seu interesse a manutenção do atendimento aos friburguenses.


“…não pouparemos esforços para continuar oferecendo o citado serviço essencial, sem que haja prejuízo significativo à digna população friburguense, com consequente tranquilidade para o seu pujante empresariado, visando a mobilidade urbana nos parâmetros internacionais e demonstrando inequivocamente, o nosso comprometimento e respeito por Nova Friburgo”.

Compartilhar