Friburgo: Câmara derruba intervenção do prefeito na Clínica Santa Lúcia, por 19 votos a 1

18/05/2021 13:00:58
Compartilhar
Prefeito sofreu derrota unânime na Câmara

O governo Johnny Maycon (Republicanos) sofreu dura derrota na Câmara de Vereadores, nesta terça-feira, 18 de maio: por 19 votos a 1 (Maiara Felício), o Legislativo sustou o decreto de intervenção do prefeito na clínica de repouso ocorrido na última sexta-feira, 14/5. A derrota foi ainda mais contundente no Legislativo porque também contou com os votos dos governistas.

A proposta de derrubada da intervenção foi apresentada pelos vereadores Carlinhos do Kiko, Maicon Queiroz, Priscilla Pitta, Max Bill e Marcinho (ex-líder do governo Johnny Maycon). A proposta também recebeu pareceres positivos das comissões de saúde e de Constituição e Justiça. Os discursos dos vereadores também foram duros contra o chefe do Executivo no plenário da Casa. O vereador Christiano Huguenin não votou por estar afastado por motivo de saúde.

Antes da votação no plenário, funcionários e familiares de pacientes do Santa Lúcia participaram de manifestação pacífica em frente ao prédio da Câmara de Vereadores de Nova Friburgo. O protesto também foi motivado pela intervenção ocorrida na clínica de repouso de Mury.

A Prefeitura ainda não divulgou nota sobre a derrota sofrida no Legislativo.

INTERVENÇÃO NA CLÍNICA SANTA LÚCIA

O governo Johnny Maycon, após publicação de decreto municipal 995/2021, na sexta-feira, 14/5, havia anunciado a intervenção e posterior desinstitucionalização da Clínica de Repouso Santa Lúcia, no distrito de Mury. Pelo ato jurídico a unidade passaria a ser administrada pelo governo municipal. Segundo matéria publicada pela Prefeitura, os atos “atenderiam uma recomendação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), que vinha sendo ignorada por governos anteriores”.

“O Ministério Público já se manifestou inúmeras vezes dizendo que o ambiente (na Clínica de Repouso Santa Lúcia) é insalubre, que os pacientes não estão recebendo o tratamento apropriado, e recomenda que o município de Nova Friburgo faça a intervenção. Em algum momento a Prefeitura teria que assumir essa responsabilidade”, disse o prefeito Johnny Maycon, na matéria oficial da Prefeitura distribuída à imprensa no dia da intervenção.

Compartilhar