Friburgo: Mulher é presa pela 151ª DP suspeita de exercício ilegal da profissão

19/10/2021 08:22:01
Compartilhar
OPERAÇÃO FOI REALIZADA NO DISTRITO DE CONSELHEIRO (foto: 151ª DP)

DELEGACIA DIZ QUE ELA RESPONDERÁ POR OUTROS 2 CRIMES –


Uma jovem de 21 anos foi presa por agentes da 151ª DP – coordenados pelo delegado titular Henrique Pessoa – no início da tarde desta segunda-feira, 18/10, em Nova Friburgo, suspeita de três crimes: falsidade ideológica, exercício ilegal de profissão e exposição de crianças a constrangimento.


De acordo com informe da 151ª DP, publicado em sua página oficial no Facebook, a jovem se apresentava como neuropsicopedagoga, “mesmo sem ter qualificações necessárias e previstas por lei para efetivo exercício”.
Ela foi presa em flagrante quando atendia em seu consultório particular, no distrito de Conselheiro Paulino. O estabelecimento foi lacrado pela polícia.


“A presa atendia a crianças com dificuldades de aprendizado e até portadores de transtornos psicológicos e neurológicos, cobrando valores elevados dos pais, invariavelmente pessoas modestas. Ela ainda mantinha cartões de visitas e receituário, onde fazia constar títulos científicos inexistentes, tendo sido surpreendida em plena consulta com duas crianças. Ademais, ainda fazia postagens diárias em rede social, não apenas fazendo propaganda das suas falsas credenciais de neuropsicopedagoga, mas também divulgando fotos das crianças em atendimentos, o que é vedado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente”, diz o informe da 151ª DP.


A 151ª DP destacou também que a jovem também “ministrava” cursos de qualificação acerca de sua falsa atividade, chegando a conceder “diplomas” para outras pessoas exercerem idêntica atividade.


Para polícia, a jovem não poderia estar exercendo a profissão por estar no quarto período do curso de pedagogia.


De acordo ainda com a Polícia Civil, já existiam dois registros contra a suspeita na delegacia e ela já havia sido ouvida, mas insistiu em continuar atendendo pacientes indevidamente.


Ela será submetida a audiência de custódia nesta quarta-feira, 20/10.

Compartilhar