Friburgo: Secretaria de Educação analisa resultados do SAEB e IDEB

22/09/2022 22:50:04
Compartilhar

AVALIAÇÃO NO PERÍODO PANDÊMICO TEVE COMO DESTAQUE 4 ESCOLAS DA REDE –


O INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) aplicou o SAEB (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica), em 2021, nas escolas públicas municipais (com mais de 10 alunos) de 5º e 9º anos do Ensino Fundamental que foram avaliadas na proficiência em Língua Portuguesa e em Matemática.


Nova Friburgo apresentou maior média de proficiência em Língua Portuguesa e em Matemática quando comparada aos resultados da média do Estado do Rio de Janeiro e do país, conforme os gráficos a seguir:


Dos resultados, destaca-se, nos Anos Iniciais, a Escola Municipal São Pedro da Serra que apresentou a nota no IDEB 7.0, alcançando a 22ª posição, dentre as 1470 unidades escolares avaliadas no Estado do Rio de Janeiro. Nos Anos Finais, das 7 unidades que foram avaliadas na Rede Municipal de Ensino, a Escola Municipal Dante Magliano e a Escola Municipal Ceffa Rei Alberto I estão entre as 30 primeiras posições no Estado do Rio de Janeiro, dentre as 863 unidades escolares avaliadas. A Escola Municipal CEFFA Flores também teve destaque nos Anos Finais e apresentou 305,72 pontos em proficiência em Língua Portuguesa e 305,07 pontos em Matemática, dentre as 32 escolas públicas municipais e estaduais que oferecem o 9º ano em Nova Friburgo.


A Secretária Municipal de Educação, Caroline Klein, ressalta que o SAEB é um importante instrumento de avaliação pedagógica em larga escala e a análise dos resultados deve ser feita com cautela e acompanhada em conjunto com outros indicadores municipais para elaboração, monitoramento e aprimoramento das políticas educacionais, servindo como um dos instrumentos para compreender, trabalhar e melhorar os resultados.


O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica é calculado a partir das médias de desempenho no Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e dos dados sobre aprovação e reprovação escolar, esses variando de município para município quanto à estratégia adotada antes e depois da pandemia, uns adotando a aprovação automática e outros, como Nova Friburgo, optando pelo sistema de avanço ou retenção dos estudantes, impactando diretamente no resultado final do IDEB.


No caso do Município de Nova Friburgo, para a retomada gradativa das aulas presenciais durante o ano letivo de 2021, foi elaborada uma Deliberação conjunta de nº 033/21, entre a Secretaria Municipal de Educação e o Conselho Municipal de Educação, que definiu os parâmetros norteadores para avaliação de aprendizagem e terminalidade do ano letivo no contexto da pandemia.


A Subsecretária de Gestão de Ensino e Aprendizagem de Nova Friburgo, Cintia Damazio, explica que no ano de 2020 todos os alunos tiveram a sua aprovação automática e, no ano de 2021, a estratégia adotada respeitou os seguintes critérios para o avanço ou retenção dos estudantes: participação através de acompanhamento, controle e aferição dos Cadernos Pedagógicos; aprendizado e desempenho, analisados através de avaliações de rede; frequência a partir de registro de participação/presença nas atividades on-line e na retirada e devolutiva dos materiais pedagógicos, além dos Conselhos de Classe bimestrais, através do registro de participação e desenvolvimento dos estudantes.


Com a retomada das aulas presenciais em 2021, a Secretaria Municipal de Educação de Nova Friburgo vem promovendo ações para a recomposição, reforço e recuperação da aprendizagem escolar, minimizando assim, os danos causados por este período transpandêmico.


Por fim, a Secretária Municipal de Educação, Caroline Klein, acrescenta que a Secretaria estrutura seu planejamento a partir da criação de cronogramas de trabalho e ações específicas dos setores pedagógicos para conduzir as políticas públicas em prol da qualidade contínua da educação.

Compartilhar