Friburgo: Sem Astrazeneca para 2ª dose, Prefeitura admite usar vacina da Pfizer no lugar

19/08/2021 09:34:00
Compartilhar
Intercambialidade de vacinas será feita em caso de necessidade

MUNICÍPIO DIZ TER RECEBIDO NOTA TÉCNICA AUTORIZANDO INTERCAMBIALIDADE

Em publicação feita em seu site oficial, a Prefeitura de Nova Friburgo recebeu da Subsecretaria de Promoção, Atenção Primária e Vigilância em Saúde, da Secretaria de Estado de Saúde, uma nota técnica “autorizando a intercambialidade entre os imunizantes de segunda dose da Pfizer e da Astrazeneca, no caso de falta dessa vacina para completar o esquema vacinal de quem recebeu a primeira dose”.

O ofício diz que, “de maneira geral, não é recomendada a troca de vacinas, porém, em exceções como contraindicações específicas ou ausência do imunizante no país, a Coordenação de Imunização poderá administrar a vacina da Pfizer no lugar da segunda dose da Astrazeneca, respeitando o intervalo adotado”.

A Secretaria Municipal de Saúde informa ainda “que irá adotar a orientação, mas que o estoque atual de Pfizer para segunda dose ainda não é suficiente para contemplar a vacinação de quem recebeu a Astrazeneca”.

A última remessa de vacina da Pfizer, com orientação de uso de segunda dose, foi realizada no dia 7 de agosto, com 1.170 imunizantes. Após isso, nos últimos seis envios, o município recebeu a Pfizer, mas com recomendação para primeira aplicação.

A secretária municipal de Saúde, Nicole Cipriano, disse que Nova Friburgo aguarda um novo envio para que o calendário de segunda dose seja atualizado e ampliado.

Compartilhar