Glauber é suplente do Psol na comissão especial de impeachment de Dilma

17/03/2016 17:08:53
Compartilhar
Deputado Glauber e os cinco integrantes da bancada do Psol (foto facebook de Glauber)

Único representante de Nova Friburgo na Câmara dos Deputados, Glauber Braga será o suplente do colega Chico Alencar, escolhido nesta quinta-feira, 17, membro titular da bancada do Psol na comissão especial do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

A bancada dos deputados federais do Psol, em decisão conjunta, se posicionou contrária ao processo de impeachment da presidente petista. Em nome dos demais colegas, o líder do partido, deputado Ivan Valente, disse que neste momento não existe razões para aprovar o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

“Impopularidade não tira presidente da República, porque isso pode ser acusado de golpe”, afirmou.
O partido adotará uma posição de “equilíbrio e reponsabilidade” para analisar o afastamento da presidente. Valente criticou o que chamou de “saída por cima”, que seria a de criminalizar apenas alguns partidos envolvidos na Operação Lava Jato.

PROCESSO CONTRA DILMA

O pedido de impeachment por suposto crime de responsabilidade foi apresentado pelos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Jr. e Janaína Paschoal. Esse pedido foi aceito pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, em dezembro de 2015.

No pedido, os autores argumentam que Dilma ofendeu a lei orçamentária, nos anos de 2014 e 2015, ao ter autorizado a abertura de créditos orçamentários, ampliando os gastos públicos, incompatíveis com a obtenção da meta de resultado primário prevista nas leis de diretrizes orçamentárias (LDO) dos dois anos.

Dilma terá o prazo de dez sessões do plenário para enviar sua defesa à comissão.

Compartilhar