Governador quer política única contra a covid-19 no estado; aulas presenciais serão discutidas

12/03/2021 15:29:02
Compartilhar
Cláudio Castro concedeu coletiva à imprensa

POR JORNAL O DIA

Rio – O governador interino do Rio Cláudio Castro (PSC) anunciou no início da tarde desta sexta-feira, 12/3, que vai publicar uma minuta de decretos com diversas medidas para enfrentar a pandemia no Estado que começam a valer nesta sexta-feira e vão vigorar até a próxima quinta-feira, 18/3. Ele diz que pretende fazer uma política unificada no estado.

“… A gente quer criar uma política estadual unificada de enfrentamento ao covid-19”, disse em coletiva de imprensa na sede do governo, no Palácio Guanabara.

O governador disse que a aquisição de vacinas será discutido semanalmente entre prefeitos e o governador do Rio. “Estado e municípios trabalharão juntos pela aquisição de novas vacinas. Alguns municípios que já tinham anunciado, compartilharam compras”, disse.

Castro também anunciou que trabalha por um calendário único de vacinação no estado.

O governador do Rio também informou que municípios e o governo decidirão até a próxima semana sobre a suspensão das aulas presenciais. “Definimos que decidiremos até semana que vem. Não iremos fechar hoje e vamos definir com os prefeitos até semana que vem, numa situação de colaboração. Somos um único estado. Talvez essa seja a grande mensagem”, afirmou o governador.

Entre os pontos anunciados estão:
– Vedada circulação em praças públicas entre 23h e 5h;
– Vedadas boates, casas de espetáculo, rodas de samba; drive-ins continuam;
– Bares e restaurantes podem funcionar até 23h com 50% da capacidade, municípios podem restringir este horário;
– Serviço de delivery, take away e drive-thru sem limitação de horário;
– Vedado o funcionamento de pistas de dança;
– Comércio funcionará em horário escalonado;
– Ampliação ao incentivo ao home office, principalmente para idosos e pessoas com comorbidades

Compartilhar