Greve dos caminhoneiros atinge os serviços de ônibus, lixo, comércio e postos em Nova Friburgo

23/05/2018 09:24:52
Compartilhar
Manifestação dos caminhoneiros na RJ-130

A greve nacional dos caminhoneiros segue firme nesta quarta-feira, 23, e ainda sem previsão de ser encerrada. O movimento contra a alta dos preços do diesel bloqueia a passagem de produtos nas estradas e os reflexos estão sendo percebidos também em Nova Friburgo.

A primeira a dar o alerta foi a empresa Nova Faol, que segundo nota da própria concessionária, informou ter reduzido a quantidade de ônibus, sobretudo, fora dos horários de rush. Com estoques baixos de diesel, a concessionária abasteceu alguns coletivos em postos de combustíveis particulares. Preventivamente, a Faol está utilizando os horários de sábado (redução de 15% em relação aos dias úteis).

A EBMA, concessionária de coleta de lixo, também foi atingida em cheio pela greve dos caminhoneiros. Em informe distribuído à imprensa, a EBMA informou que seus caminhões compactadores estão impedidos por manifestantes de deixar a sede da empresa, no Córrego Dantas (RJ-130). A Prefeitura acrescentou que está usando caminhões próprios para atender a demanda central do município.

Os postos de combustíveis de Friburgo não estão sendo abastecidos nos últimos dias em virtude do bloqueios nas refinarias e a passagem de veículos de transportes nas RJ-116 e RJ-130. A procura tem sido grande e vários postos, sem combustíveis, fecharam nesta quarta. Nos que ainda estão com estoques, as filas são enormes.

O comércio friburguense, que atua nos setores de produtos perecíveis, também já sente os reflexos da greve nacional dos caminhoneiros.

Compartilhar