Idosa morre de covid-19 após ser infectada com variante brasileira; É o 1º caso na Região Serrana

08/03/2021 14:41:53
Compartilhar

A Prefeitura de Teresópolis divulgou em comunicado o primeiro caso na cidade de paciente contaminada pela variante brasileira do novo coronavírus, a P1, primeiramente identificada em Manaus. A idosa de 76 anos estava internada no Hospital do Instituto Nacional de Infectologia da Fiocruz e foi transferida após dar entrada na UPA 24h de Teresópolis com quadro grave. Ela morreu nesta sexta-feira, 5/3.

A informação foi divulgada pelo Gabinete de Crise contra o coronavírus da Prefeitura de Teresópolis. De acordo com o município, a investigação foi concluída pela Fiocruz/Laboratório Central e a Secretaria de Estado de Saúde, na última quarta-feira, 3/3.

“Imediatamente após receber o laudo da Fiocruz, a investigação epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde iniciou processo de controle da cepa e está acompanhando todos os contatos da paciente”, informou a Prefeitura em comunicado.

Ainda de acordo com o governo municipal, outros casos estão em investigação e aguardam resultados dos seus exames de swab – RT PCR.

LOTAÇÃO DOS LEITOS DE COVID-19

Teresópolis está transferindo pacientes com a Covid-19 para unidades de saúde de outros municípios, inclusive, para o Hospital Raul Sertã, em Friburgo. A medida acontece porque a cidade tem atingido, constantemente, o limite máximo de ocupação dos leitos de UTI destinados ao tratamento de pacientes com o novo coronavírus. De acordo com a Prefeitura, Teresópolis tem 41 leitos de UTI Covid-19.

Para a Vigilância Epidemiológica do município, “a introdução da variante P1 associada às aglomerações registradas nas últimas semanas, Carnaval e final do Campeonato Brasileiro, e também ao afrouxamento do cumprimento das medidas preventivas por parte da população são as condicionantes do período grave de aumento da doença que Teresópolis vem enfrentando”, alertou em nota.

Compartilhar