Lumi Festival, um show de arte e beleza no Centro de Friburgo

16/09/2021 20:33:48
Compartilhar
Luzes e beleza na Praça Dermeval Barbosa Moreira (foto: Lucas Lima)

TRABALHOS INÉDITOS FORAM REALIZADOS POR 4 ARTISTAS

A primeira edição do Friburgo Lumi Festival traz um show de beleza ao centro de Nova Friburgo, com obras de arte compostas por luz e muita criatividade. E as obras estão disponíveis nas Praças Dermeval Barbosa Moreira e Getúlio Vargas até dia 20 de setembro (próxima segunda-feira). Então, quem ainda não foi conferir, não pode perder a chance de registrar essa iniciativa, que acontece em Nova Friburgo pela primeira vez.

Quatro artistas são os responsáveis pelas obras, que se tornaram um enorme atrativo para fotos e publicações nas redes socais. Entre os responsáveis estão Guto Nóbrega e Pat Freire, que ressaltam a satisfação em contribuir com uma iniciativa que valoriza a cultura, em um momento em que a arte parece distante da população.

  • É sempre gratificante montar uma obra de arte em praça pública e ter de imediato a resposta das pessoas que transitam e que, curiosas, se aproximam para entender do que se trata. Notamos o quanto o estranhamento para uma obra de are pode também significar a falta de um lugar de diálogo entre público e a prática artística. Ações como as do Lumi Festival são importantes pois colaboram em criar este lugar, um espaço que permite que pessoas em seu trânsito quotidiano possam conviver com a arte – disseram os artistas Guto Nóbrega e Pat Freire.

BAIXO CONSUMO

Para a composição das obras, foram utilizadas lâmpadas de led de baixo consumo energético. Nenhuma lâmpada incandescente ou fluorescente será usada. De acordo com o idealizador do projeto, Gustavo Portella, a energia elétrica será utilizada de forma inteligente e consciente durante o Friburgo Lumi Festival.

  • Utilizamos fio eletroluminescente, um tipo de iluminação em fio importada que possui 2,3mm e apresenta um dos melhores custos benefício. Também colocaremos uma fotocélula para que as luzes liguem apenas no período noturno, evitando desperdício de energia.

Toda a conta de energia consumida pelas obras será custeada pela organização do Friburgo Lumi Festival.

SAIBA MAIS SOBRE O FESTIVAL

Quem passar pela Praça Dermeval Barbosa Moreira vai observar criações compostas por fios de lâmpadas LED, cabos e lâmpadas comuns. As obras foram confeccioanadas utilizando 200 metros de LED, 44 lâmpadas e 1 cortina em LED. O objetivo é proporcionar ao friburguense as mesmas experiências de festivais de luz pelo mundo, como os de Genebra, na Suiça; Londres, na Inglaterra; e Lyon, na França.

Foram montadas três instalações luminosas e quatro intervenções luminosas com bonecos de luz, além de um letreiro iluminado. As composições são da artista plástica e professora friburguense, Denise Berbert; da arquiteta, professora e artista friburguense, Nubia Gremion; do professor e artista Guto Nóbrega em parceria com a artista visual Patrícia Freire, com o apoio do aramista Rafael Turatti. As obras são ligadas sempre durante a noite.

CONHEÇA OS ARTISTAS

Denise Berbert – Artista plástica e arte educadora

Friburguense com atuação nacional e internacional, Denise é formada em Arte Educação (com habilitação em Artes Plásticas), tendo sido professora na rede pública e privada. Em 2007, recebeu do Grupo Gama o prêmio Galdino do Valle, em Nova Friburgo, pelo conjunto de sua obra. Desde então, Denise realizou exposições em diversos locais do Brasil. Entre os quais, destacam-se as exposições na Casa Design, na Vogue Gallery Brasil, na Expo Arte SP, na Mostra Rio de Arquitetura e Design e em um camarote na Sapucaí. Fora do país, já expôs no ArtBrazil em Fort Lauderdale (Flórida – Estados Unidos), Carrouseldu Louvre (França), na Schau-Art (Alemanha), no Salão de Arte Brasileira (Liechtenstein), na Saphira& Ventura Gallery e na ONU (Estados Unidos), entre outras galerias pelo mundo. Em 2018, Denise recebeu uma homenagem por seu trabalho artístico na comemoração dos 200 anos de Nova Friburgo.

Guto Nóbrega – Artista, educador e pesquisador

Pós-doutor pela UnB, linha Arte e Tecnologia do PPGAV/UnB (2019), Guto é doutor (2009) em InteractiveArts pelo Programa de Pós-Graduação PlanetaryCollegium, Universityof Plymouth, UK, onde desenvolveu pesquisa sob orientação do Prof. Roy Ascott. É artista, pesquisador, Mestre em Comunicação, Tecnologia e Estética pela ECO-UFRJ (2003) e Bacharel em gravura pela EBA/UFRJ (1998). Guto Nóbrega também fundou e atua como um dos coordenadores do Nano – Núcleo de Arte e Novos Organismos, espaço de pesquisa para investigação e criação artística no campo de interseção entre arte, ciência, tecnologia e natureza. Desde 2019 é bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 2. Seus trabalhos têm sido exibidos amplamente no Brasil e no exterior.

Núbia Gremion – Artista, arquiteta e professora

Friburguense com atuação no Brasil e na Itália, Núbia é graduada em Arquitetura e Urbanismo pela UFRJ com intercâmbio na Universitàdegli Studi Roma Tre (Itália). É especialista em Planejamento, Gestão e Controle de Obras Civis pela Escola Politécnica da UFRJ, certificada em Acessibilidade pela Prefeitura de São Paulo e docente no curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estácio de Sá. Recebeu o prêmio “AgritectureandLandscape 2015” para projetos arquitetônicos e de paisagem sustentável. A frente do seu escritório Nu Studio, realiza projetos de luminotécnica e de mobiliários, projetos de interiores, residenciais, corporativos, institucionais a legalizações e gerenciamento de obras. Núbia é também atriz, cenógrafa e cronista.

Pat Freire – Artista plástica e pesquisadora

Com bacharelado em pintura pela Escola de Belas Artes da UFRJ, Pat Freire já expôs em galerias e instituições de arte no Brasil e no exterior, como: Museu Nacional de Belas Artes/RJ, Galeria Cândido Mendes/RJ, Sesc Copacabana/RJ; Galeria de Arte UFF/Niterói; BlackheathGallery/Londres; Galeria Aritza/Bilbao; Leilão Néret-Minet/Paris. Recebeu bolsa-residência no InternationalLandscape Workshop – Blanca/Espanha; Goethe Institute. Pat Freire também é mestre pelo Programa de Estudos Contemporâneos das Artes na UFF, com pesquisa intitulada “Olhar em Transe: Da Natureza da Pintura como Reconexão com o Mundo”, cujo foco é a conexão com a natureza e a capacidade de perceber suas influências em nosso comportamento, e a pintura como meio de visualização desse processo que mistura o fazer artístico e as relações com o meio ambiente.

Serviço

Friburgo Lumi Festival

Data: 5 a 20 de setembro de 2021

Local: Praça Dermeval Barbosa Moreira

Facebook: https://www.facebook.com/friburgolumifestival

Instagram: https://www.instagram.com/friburgolumifestival

Site: https://www.friburgolumifestival.com.br/

Compartilhar