Pezão reassume mandato de governador e não dá boa notícia aos servidores: 13º salário periga não sair

01/11/2016 07:54:03
Compartilhar

De volta às funções nesta terça-feira, 1º de novembro, à frente do governo do estado, Luiz Fernando Pezão não deu uma boa notícia aos servidores: ele não garante o pagamento do 13º salário.

Pezão informou ainda que daqui a uma semana devem ser divulgadas as medidas de ajuste fiscal que o estado prepara. No total serão medidas que estarão distribuídas em 20 projetos de lei e que têm como objetivo a redução dos gastos da administração estadual.

Pezão também disse que não pretende mexer nos salários do servidores e lembrou que existe uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra esse tipo de medida. “Não é minha intenção. A nossa proposta é tentar reequilibrar as contas atualmente na Previdência”, completou. Mas de acordo com o governador fluminense, as medidas deverão levar em conta o aumento da contribuição previdenciária dos servidores de 11% para 14%.

Ele também deu a entender que pretende rediscutir as aposentadorias especiais,em que o servidor entra para o quadro de inativos com idade entre 53 e 54 anos e, em alguns casos, aos 48 ou 49 anos.

Compartilhar