Polícia Federal prende Roberto Jefferson por ordem do STF

13/08/2021 09:27:48
Compartilhar
Roberto Jefferson; ex-deputado já havia sido preso no “mensalao” (foto: arquivo)

EX-DEPUTADO E FILHA REAGEM NAS REDES SOCIAIS


A Polícia Federal prendeu o ex-deputado e presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, na manhã desta sexta-feira, 13/8, em casa, no município de Levy Gasparian. O mandado é de prisão preventiva (que não tem prazo estipulado para acabar).

A autorização da prisão partiu do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele também determinou o bloqueio de conteúdos postados por Jefferson em rede sociais e apreensão de armas e acesso a mídias de armazenamento

A ordem ocorre dentro do chamado inquérito da milícia digital (ataques ao STF), que é uma continuidade do inquérito dos atos antidemocráticos.

Jefferson postou numa rede social que a PF chegou a fazer buscas na casa de parentes antes de ser preso. “A Polícia Federal foi à casa de minha ex-mulher, mãe de meus filhos, com ordem de prisão contra mim e busca e apreensão. Vamos ver de onde parte essa canalhice”, escreveu o ex-deputado.


Filha do presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, a ex-deputado federal Cristhiane Brasil afirmou, também na manhã desta sexta-feira, 13/8, que “o bando de escroto que mandou prendeu meu pai, sabe-se lá porquê, vai pagar caro”.


ROBERTO JEFFERSON – O ex-deputado Roberto Jefferson foi o pivô do escândalo do mensalão, em 2005. Foi a partir de uma entrevista dele ao jornal “Folha de S. Paulo” que o país tomou conhecimento das denúncias de que o governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva passava dinheiro a deputados da base.

Em novembro de 2012, no julgamento do mensalão no STF, ele foi condenado a 7 anos e 14 dias de prisão, pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Nos últimos anos, já sem mandato parlamentar, Jefferson se aproximou do presidente Jair Bolsonaro. Em suas redes sociais, começou a postar com frequência fotos com armas.

Compartilhar