STF nega pedido de Witzel para reassumir mandato de governador

10/09/2020 17:07:33
Compartilhar
Witzel teve mandato relâmpago: fora do cargo

O ministro Dias Toffoli, num dos últimos atos como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quarta-feira, 9/9, suspender o afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). O recurso foi apresentado pela defesa de Witzel.

Witzel foi afastado do cargo pelo ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), em 28 de agosto. Desde então, o governador afastado tem recorrido ao próprio STJ e ao STF.

No último dia 2, a Corte Especial do STJ decidiu, por 14 votos a 1, manter o afastamento de Witzel.

O afastamento de Witzel vale por 180 dias e foi determinado a pedido da PGR na Operação Tris In Idem, que investiga irregularidades e desvios na saúde. Witzel nega as acusações.

Compartilhar