Friburgo: Câmara reprova contas de Renato Bravo de 2018

10/11/2021 08:24:15
Compartilhar
Renato Bravo, ex-prefeito de Nova Friburgo (foto: arquivo)

RESULTADO DE 19 A 2 PODE DEIXAR EX-PREFEITO INELEGÍVEL –


A novela sobre a prestação de contas do exercício de 2018 da Prefeitura Municipal de Nova Friburgo, sob responsabilidade do ex-prefeito Renato Bravo, teve mais um capítulo na noite desta terça-feira, 9/11: por 19 votos a 2, a Câmara de Vereadores reprovou a gestão no referido período.


A grande maioria dos atuais vereadores acompanhou parecer técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que já havia recomendado a desaprovação das contas.


A decisão legislativa, conforme a lei vigente, deve tornar inelegível o ex-prefeito de Nova Friburgo, entre outras sanções.


A votação na Câmara aconteceu após longa batalha judicial. Ano passado, a Justiça havia anulado sessão semelhante, acolhendo argumentos da defesa na fase final do processo.


Votaram a favor da reprovação das contas de 2018 do ex-prefeito os vereadores Joelson do Pote (PDT), Professor André (PL), Repórter Maicon Queiroz, Isaque Demani (PP), Cascão do Povo (Patriota), Carlinhos do Kiko (PROS), Priscilla Pitta (Cidadania), Maiara Felício (PT), Wallace Merchioro (Republicanos), Zezinho do Caminhão (PSB), Dirceu Tardem (PSB), Max Bill (Avante), Walace Piran (PSDB), Claudio Leandro (PL), Christiano Huguenin (MDB), José Roberto Pacheco Folly (PSC), Angelo Gaguinho (DC), José Carlos Schuvalwb (PRTB) e Wellington Moreira (PSL).

EX-PREFEITO SE MANIFESTA APÓS VOTAÇÃO NA CÂMARA: Leia aqui

Compartilhar