Friburgo: Prefeito faz desabafo após médicos faltarem ao plantão

09/01/2022 10:50:06
Compartilhar
Johnny Maycon usou redes sociais para relatar sua indignação (foto: arquivo)

JOHNNY MAYCON SE DIZ INDIGNADO APÓS VISTORIAR HOSPITAL MATERNIDADE –


O prefeito Johnny Maycon (Republicanos) usou as suas redes sociais neste final de semana para fazer um desabafo contra a falta de respeito de alguns médicos que não compareceram ao plantão no Hospital Maternidade Mário Dutra.


ÍNTEGRA DA POSTAGEM DO PREFEITO DE NOVA FRIBURGO


“Infelizmente neste final de semana, após algumas fiscalizações, nos deparamos com situações que nos deixaram muito tristes, demonstrando clara falta de respeito com os contribuintes que pagam os salários de todos nós agentes públicos e com a maioria dos servidores que se esforçam ao máximo e às vezes vêem colegas de trabalho ganhando muito mais pra não cumprirem minimamente com as suas obrigações.


Neste sábado, dia 8, chegamos na Maternidade antes das 7h da manhã e saímos por volta das 13h. No dia anterior a noite também havíamos realizado uma visita na unidade.


Verificamos nestas visitas situações graves, que terão as devidas apurações. Dentre elas destacamos algumas:
1) Dois profissionais médicos que deveriam fazer o plantão de sexta pra sábado, não apareceram pra trabalhar em nenhum momento, e até então não deram nenhuma satisfação a gestão;


2) Profissionais médicos que foram convocados pra trabalhar neste sábado, ignoraram a determinação da gestão e também não apareceram pra trabalhar;


3) Há indícios que alguns médicos do Hospital Maternidade estejam cumprindo apenas 12 horas ao invés de 24 horas, descumprindo a carga horária prevista no edital do concurso e do processo seletivo.


Vale ressaltar que antes do aumento proposto pelo pacotão, muitos médicos plantonistas obstetras, por exemplo, tinham como vencimento base mensal, R$ 2.761,42 e que a partir deste ano passarão a receber 10 mil para aqueles que trabalham dia de semana e 12 mil para os que fazem plantão nos finais de semana.


Os médicos que não cumpriram com os seus deveres neste final de semana, terão que se explicar em processos administrativos que estão sendo abertos para realização das necessárias apurações. Caso não sejam apresentadas justificativas plausíveis, dentro do prazo legal, os médicos faltantes terão os seus salários descontados. Além disso, comunicaremos aos órgãos externos pertinentes as ocorrências deste final de semana requerendo que sejam tomadas as providências que couber”.

Compartilhar